Olho Por Olho, Dente Por Dente - Com Meu

Eu já era casada com Marcinho há cinco anos, não tínhamos filhos (por opção) e nossa vida financeira era equilibrada e a vida sexual satisfatória. Eu estava com trinta e um anos e ele com vinte e nove. Morávamos numa casa de praia pertinho da cidade, onde trabalhávamos.

Como nossas famílias eram pequenas, às vezes aparecia lá em casa Jonas, meu único irmão solteiro de vinte e cinco anos, uma tia que morava perto, Raul, primo de Marcinho, mas a maioria das visitas era de amigos e de amigas.

Pois bem, num fim de tarde e chegando uma hora antes do normal, ouvi vozes e gemidos no quarto. A porta estava só encostada. Vocês que estão lendo este conto, não imaginam a cena que vi, pela fresta da porta:

Marcinho de quatro se masturbando e sendo enrabado por Raul, seu primo. Eles não notaram minha presença. Raul moreno, Marcinho branco. Raul com uma grande rola no cu de Marcinho. A conversa era assim:

– Ai, Raul que coisa boa na vida. Esporra esse leite quente no meu rabo, vai, tou quase gozando… Aquela porra da Rosinha nunca me deu o rabo. Enfia, vai…

E rebolava bem muito.

– Eu te faço de minha puta toda vez que quiser meu viadinho safado. Toma no cu, toma. Vou gozar agora… Ai que coisa boa. Tá sentindo a porra quente, tá meu fresco?

Aí eu saí de fininho, com a cabeça a mil por hora, voltei ao carro e buzinei para eles se arrumarem.

Fui até a cozinha, tomei água e os dois chegaram de bermuda e camiseta, afogueados.

– Querida, terminamos de dar uma corrida e também tomaremos água. Tudo certinho no trabalho?

– Mais ou menos, voltei cedo porque estou com enxaqueca e vou tomar um comprimido e dormir. Tchau pra vocês.

Já no quarto ainda senti um leve cheiro de porra daqueles dois safados. Tomei um calmante e dormi até a manhã seguinte.

Quando acordei e durante o dia, só pensava naquela cena dos dois.

Fui até a academia e comecei a olhar aqueles homens jovens e sarados, olhava discretamente e imaginava o tamanho do pau deles, fantasiava me vingando de Marcinho. Isso durou quase uma semana, até que fiz um plano de vingança.

Eu nunca contei essa fase de minha vida a ninguém, nem às amigas mais íntimas e nem a Marcinho. Quando eu tinha uns dezenove anos e era ainda virgem, quem descabaçou minha bucetinha foi meu irmão Jonas, que na hora de gozar, jogou muita porra em minha barriguinha. Só que antes disso e desde que eu tinha dezoito anos, Jonas comia meu cu toda vez que queria.Eu sempre gozava tocando siririca, enquanto ele cuspia na cabeça do seu pequeno pau (que depois cresceu com a idade) e enfiava no meu rabinho com muito jeito, beijando a minha nuca e esporrava dentro do meu cu. Isso virou um segredo entre nós. Ele me disse que também que nunca comentou com ninguém. Nós fazíamos assim, por código: ele passava a mão no seu cacetinho e piscava um olho pra mim. Quando nossos pais dormiam ? e dormiam cedo -, eu deixava a porta só no trinco, deitava na beira da cama só de calcinha e sem blusa, deixando minha bunda branquinha e bem feita esperando por ele. Antes dele chegar minha bocetinha já ficava molhada. Ele entrava chaveava a porta arriava minha calcinha, alisava meu grelinho, cuspia na rola (eu ouvia tudo), enfiava a cabecinha de seu pequeno pau, dava um tempo e depois enfiava tudo devargazinho, até começar a bombar e no fim gozar.Eu gozava logo depois, com o cu piscando naquela rolinha.

Pois bem, agora vamos ao meu plano de vingança. Primeiro contei a cena de Raul e Marcinho a Jonas. Depois pedi a Jonas que me ajudasse na vingança, ele aceitou e aconteceu assim: disse a Marcinho que num sábado à tarde Jonas queria falar muito comigo, porque estava com um problema de dinheiro.

– Ora, Rosinha, nós podemos ajudá-lo, não? Eu estou à disposição de vocês.

E lembrei que às vezes Marcinho olhava discretamente pra rola de Jonas todas as vezes que ele ia lá em casa. No sábado, fomos os três à piscina de casa, depois tomamos umas bebidas e acompanhei Jonas ao meu quarto para conversarmos:ele de calção bem colado,mostrando o volume da rola grande, eu de biquíni com meu peitão e bundão quase saindo do biquíni, aí chamei Marcinho:? Querido vamos ajudar Jonasó?

Fiquei no meio dos dois, sentados na cama e Jonas fingiu chorar, com a cabeça no meu peito, Marcinho apertava a coxa de Jonas, para consolá-lo e nisto meu biquíni arriou, com Jonas esfregando a cabeça nos meus peitos (eu tinha deixado o laço de trás bem frouxo). Jonas continuou ?chorando? e começou a sugar meu peito.Eu deixei e pisquei para Marcinho. Eu dizia: ?Se isso lhe acalma, irmãozinho, pode chupar meu peitão. Você liga Marcinho??. Não, querida, vamos ajudá-lo e subia sua mão para o pau de Jonas, já duro. E eu disse: Irmão, você sempre quis comer meu cuzinho quando era jovem, quer agora, querãe Jonas me comeu, meteu no meu rabo na frente de Marcinho, que se masturbava vendo aquilo. E eu disse, na maior vingança e malícia: e você, Marcinho, como pode ajudar meu irmão querido? Nisso, Jonas tirou aquela rola grossa, grande e branca do meu cu e Marcinho jogou-se na cama, já abrindo a bunda e dizendo:

– Se lhe faz feliz, cunhadinho, coma minha bunda!

FIM

    Contos relacionados

    Amputada

    Fim de noite e agente sai na balada para caçar, nessa hora não costumamos ser muito seletivo, mas fiquei intrigado quando vi uma linda mulher sentada sozinha num canto. Aguardei lhe observando durante algum tempo e depois de me certificar de que realmente...

    Tia? Ela Só é Casada Com Meu Tio!

    Tia? Ela só é casada com meu tio! Olá, esta é a minha primeira vez relatando meu conto, ficou muito detalhado e grande, mas acredite, vale a pena ler... E aos críticos de plantão, por favor, peguem leve... Meu nome é Luca, 1,90m e...

    Uma Bela Morena

    Ola, venho a esse site contar uma das minhas aventuras, trabalho em uma grande empresa de Logitica em Belém-Pa, tenho 42 anos, sou moreno claro, 1,80m, 95kg, olhos e cabelos negros, sou casado a 16 anos, por isso só irei dizer a primeira letras dos nomes. ...

    Corno Em Despedida De Solteira

    Meu nome é Fernando e vou relatar a história de quando me tornei corno. Sou casado a 6 anos, tenho 32 anos e minha esposa tem 31 anos. Somos um casal comum como qualquer outro. A um ano atrás a amiga de minha esposa iria se casar e resolveu fazer uma...

    Por Acaso Aconteceu Na Praia Ubatuba

    Somos casados nos amamos muito à 30 anos estamos juntos comecei a namorar ela tinha apenas 15 anos, ela bonita e um belo corpo, eu um cara normal, como todos casais depois de algum tempo percebe que esta faltando algo a mais no sexo, sempre fantasiamos na...

    Meu Sogro Bem Dotado (100% Verídico)

    Olá, vou relatar fato que ocorreu há 2 anos na época tinha 18 anos. Moro na cidade de Uberlândia, Minas Gerais, hoje com 20 anos, meu nome é Suzi Sempre gostei de esporte e tenho 1,72m bumbum que dá um destaque especial no meu corpo, pois é bem...



    contos eroticos com a tiaconto erotico curtocontos eróticos de surubawww.contos eroticoslesbica no onibusconto erotico massagemcontos eróticos de qualidadehistorias eroticas reaiscontos pornograficocontos incesto realcontos eroticos pequenoscontos eroticos swingcontos eroticos de incestosc0ntos eroticoscontos de encoxadascontos gravidasclube do cornocontos de incesto entre irmãoscontos eróticos curtosconto eróticahistorias de sexo incestocontos eroticos primoscontos eroticos tio e sobrinhacontos eróticos abusadacontos eróticos comi minha irmãcontos eróticos de incestocontos insestoscontos eróticos onlinecontos eroticos bizarroscontos eroticos de lesbicascontos eroticos de amorcontos eróticos proibidoscontos eroticos comendo a tiasexo incesto contosconto erotico mulher casadacontis eroticocontos de exibicionismocontos reais eroticoscontos eroticos proibidoscontos eroticos xxxcontos eroticozexibicionismo contoscontos de sexo com a sograconto erotico trabalhocontos erooticossexo em familia contosconto erotico cavalocontos comendo a irmacontos eroticos gravidacontos eroticos sogracontos eróticoslésbicascontos eroticos familiacasa dos contos eriticoscontos erotismoc0ntos eroticoscontos fetichemeu primo me comeu a forçacasa dos contos eroconto erotico verdadeirocontos lésbicoscontos comi minha irmacomi minha irma contos eroticoscontos eroticos para mulheresconto punhetamelhor conto eroticoconto erotico irmãocontos eroticos irmascontos eroticos acervocontos eroticos flagraconto erotico de padrastodei o cuzinhocontos eroticos .contoerotico incestocontos lésbicosconto erotico gravidacontos eroticos negrasconto erotico de coroacontos de.incestocontos eróticos quentescontos eroticos incestocontos eroticos siririca